Somente consulta particular
Procto PrimeProcto PrimeProcto Prime
(11) 96489-7000
contato@proctoprime.com.br
São Paulo / SP e Barueri / SP

Dia Nacional de Prevenção da Obesidade: estar acima do peso aumenta as chances de câncer intestinal

  • Home
  • Blog
  • Dia Nacional de Prevenção da Obesidade: estar acima do peso aumenta as chances de câncer intestinal
Câncer intestinal

,Antes de mais nada, no dia nacional de prevenção da obesidade, quero alertar, conscientizar e informar você sobre os riscos do câncer intestinal em pessoas com sobrepeso e obesidade.

Nesse sentido, no artigo abaixo, comento sobre as principais causas do câncer colorretal (spoiler: obesidade é uma delas, por isso informarei quais são os sintomas, como diagnosticar e como tratar).

Fique por dentro do assunto com informações seguras enquanto desfruta de uma boa leitura!

O que é obesidade?

A obesidade é uma condição em que ocorre o excesso ou acúmulo de gordura no paciente.

Isso pode acontecer por diversos fatores que podem ser desde má alimentação, sedentarismo e ingestão exagerada de alimentos ricos em gorduras ou açúcar e até por decorrência de algum fator psicológico como a depressão, baixa autoestima ou traumas na infância.

Doenças associadas à obesidade

A partir do momento em que o paciente é diagnosticado com obesidade ou sobrepeso, as chances de desenvolver algumas doenças aumenta, significativamente. Algumas delas são:

É preciso entender também que existe uma forma correta de classificar os indivíduos com baixo peso, peso adequado, excesso de peso e obesidade, em seus diferentes graus.

Quer entender como isso funciona? Continue a leitura.

Como calcular a obesidade e quais tipos existem?

Antes de mais nada, o cálculo para saber se a pessoa é obesa é realizado a partir do resultado do Índice de Massa Corporal (IMC). Se você quer saber como o IMC impacta na sua saúde, leia esse conteúdo disponível no meu Instagram.

Com o resultado obtido, vale lembrar que existem algumas classificações, conforme a tabela:

  • IMC menor que 18,5 kg/m² – Baixo peso;
  • IMC de 18,5 a 24,9 kg/m² – peso adequado;
  • IMC de 25 a 29,9 kg/m² – sobrepeso;
  • IMC de 30 a 34,9 kg/m² – obesidade grau 1;
  • IMC de 35 a 39,9 kg/m² – obesidade grau 2;
  • IMC maior ou igual a 40 kg/m² – obesidade grau 3: extrema/mórbida.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) coloca como faixa de peso ideal o IMC entre 18,5 e 24,9.

Obesidade abdominal

Como o próprio nome sugere, a obesidade abdominal acontece quando ocorre o maior acúmulo de gordura na região do abdômen e cintura. Sendo assim, é comum que haja o aumento de gordura na área do peito e rosto.

Esse tipo de obesidade é encontrada geralmente nos homens, mas também pode atingir nas mulheres.

Apesar de não ser uma regra, a obesidade abdominal está associada ao grande risco de desenvolvimento e/ou incidência de doenças cardiovasculares, colesterol alto, diabetes, inflamação e trombose, além de tumores como o câncer colorretal.

Obesidade periférica

Por outro lado, a obesidade periférica é encontrada com prevalência nas mulheres e é caracterizada pelo fato de a gordura ficar concentrada nas coxas, quadris e nádegas.

Os principais problemas que podem se desencadear em pacientes com esse quadro da obesidade são: circulatórios, como insuficiência venosa e varizes, osteoartrite nos joelhos, doenças cardíacas e diabetes.

Obesidade homogênea

Na obesidade categorizada como homogênea acontece uma distribuição do excesso de gordura pelo corpo do paciente como um todo, e não em uma área específica como nos outros casos.

A gravidade desta condição está justamente relacionada com essa característica de distribuição, que pode “enganar” o paciente quanto aos aspectos físicos, levando-o a não identificar a doença e não tratá-la como deveria.

Relação do câncer colorretal com a obesidade

Pacientes diagnosticados com sobrepeso ou obesidade devem se atentar com os inúmeros tipos de doenças que podem surgir, mas agora quero destacar uma delas: o câncer colorretal.

O conjunto de fatores negativos oriundos do sobrepeso e obesidade colaboram para o surgimento e desenvolvimento do câncer no intestino. Sendo que uma das principais ligações entre a obesidade e o câncer colorretal é o alto nível de insulina, que eleva a captação de glicose nos tumores e acaba impulsionando o seu crescimento.

Fique atento para o seu IMC e tente mantê-lo dentro da normalidade, além de realizar atividades físicas diariamente, pois esses são alguns hábitos que contribuem para a prevenção do câncer.

Fatores como tabaco, álcool, obesidade e distúrbios metabólicos (diabetes), sobrecarregam o intestino e prejudicam seu funcionamento.

Como tratar a obesidade

Seja como for, é preciso tratar a obesidade com muita atenção e cuidado. Nesse sentido, diversos profissionais devem ser envolvidos no tratamento de pacientes obesos como psicólogos ou psiquiatras, preparador físico, nutricionista e nutrólogo, endocrinologista, cardiologista entre outros.

Portanto, conclui-se que o tratamento é multidisciplinar. Isso se dá por conta do envolvimento de uma ou mais especialidades médicas, o que promove maior êxito no tratamento e diminui os casos de reincidência.

Coloproctologista no combate ao câncer intestinal

Primordialmente, médico coloproctologista tem como função diagnosticar e tratar doenças relacionadas aos cólons, reto e ânus.

Sendo assim, realizar exames preventivos com o coloproctologista é fundamental para o bem-estar como um todo e para averiguação de possíveis indícios de doenças intestinais malignas, como o câncer colorretal.

Caso queira saber mais sobre a minha especialidade e como eu posso te ajudar, clique aqui.

Dia Nacional de Prevenção da Obesidade

Você sabia que o Brasil pode ter até 29% da população adulta obesa até 2030? Pois é, dados como esses servem de alerta e conscientização para os cuidados com a alimentação e estilo de vida.

Então, no dia de hoje (11 de Outubro), é muito importante discutirmos sobre o assunto de uma forma geral. Contextualizando você, paciente, a respeito dos riscos da obesidade à saúde, assim como instruindo-o de como realizar o cálculo de IMC, quais tipos de obesidade existem e quais doenças podem surgir em pacientes com essa condição.

O conteúdo é de caráter informativo e, com muita responsabilidade, ética e profissionalismo, quero contribuir para disponibilizar informações seguras sobre o câncer intestinal.

Compartilhar:

Pesquisar

Categorias

Posts Recentes

At vero eos et accusamus et iusto odio digni goikussimos ducimus qui to bonfo blanditiis praese. Ntium voluum deleniti atque.

Melbourne, Australia
(Sat - Thursday)
(10am - 05 pm)