Médico Coloproctologista SP
Procto PrimeProcto PrimeProcto Prime
(11) 96489-7000
contato@proctoprime.com.br
São Paulo / SP e Barueri / SP

Como descobrir se tenho endometriose intestinal?

  • Home
  • Blog
  • Como descobrir se tenho endometriose intestinal?
endometriose intestinal

A endometriose é uma condição embrionária que impacta significativamente a vida de milhões de mulheres em todo o mundo. Devido ao acometimento em outros órgãos, assim como o intestino, a mulher pode sofrer de endometriose intestinal!

Essa condição introduz desafios singulares no que diz respeito ao diagnóstico e tratamento. Traz mais sintomas e questões para as endomulheres.

Neste contexto, exploraremos de maneira mais abrangente as nuances da identificação dessa condição, desde os sintomas até o diagnóstico.

O que é endometriose?

A endometriose é caracterizada pela presença anômala de tecido endometrial fora do útero. Esta é uma doença de nascença, seguindo a teoria do médico americano Dr. David B. Redwine que também é defendida pelo especialista brasileiro Dr. Igor A. Chiminacio, membro da nossa equipe de endometriose do Hospital Vila Nova Star – São Paulo/SP e Proctor da WHR (Woman’s Health Research) no Brasil.

Porém, apesar da sua origem embrionária, a manifestação ocorre, geralmente, apenas a partir do início da idade fértil. Isso ocorre devido à influência dos hormônios e também de outros fatores.Com isso, neste momento começam a surgir os sintomas severos da doença.

Contudo, o maior desafio desta condição é a normalização dos sinais, o que leva a um diagnóstico tardio, dificultando o tratamento. Iremos abordar esta questão dos sintomas mais a frente.

Endometriose intestinal: uma perspectiva detalhada

Dentro das localizações de acometimento da endometriose, temos a intestinal. Ela ocorre quando há o acometimento do intestino. Isto pode acontecer ainda na fase embrionária, ou depois da manifestação da doença durante a idade fértil, como uma consequência das fibroses crônicas ao longo da vida, pelos processos inflamatórios que a endometriose causa.

Inegavelmente, a endometriose intestinal apresenta desafios únicos – uma vez que o tecido endometrial pode estar nas camadas musculares do intestino, gerando sintomas mais intensos.

Por outro lado, a endometriose intestinal também pode manifestar-se de forma assintomática, complicando ainda mais seu diagnóstico precoce. Portanto, compreender a natureza dessa condição é crucial.

Sintomas específicos da endometriose intestinal

A endometriose intestinal pode se manifestar com sintomas variados. Porém, é importante salientar que, em alguns casos, a condição não apresenta sinais.

Para as mulheres que apresentam sintomas, eles podem ser cruciais no descobrimento da doença. Inclusive, na grande maioria dos casos, a paciente que acredita ter endometriose, realmente é uma endomulher!

Entre os sintomas da endometriose intestinal, estão:

  • Sangramento e/ou dor ao evacuar;
  • Irregularidades intestinais (diarréias e constipação);
  • Dor abdominal crônica;
  • Tenesmo (sensação de esvaziamento fecal incompleto ou desejo constante de evacuar).

É importante também saber reconhecer os sinais da endometriose de modo geral, até porque, eles costumam ser desprezados pela sociedade em geral, atrasando os diagnósticos. Fique atenta a esses sinais e sintomas, principalmente se ocorrer durante o período menstrual:

  • Dismenorréia (Cólicas menstruais);
  • Dispareunia (Dor na relação sexual);
  • Ciclo menstrual desregulado;
  • Menstruação intensa;
  • Fádiga;
  • Dor no quadril ou lombar;
  • Sensação de estufamento abdominal;
  • Dor crônica no ombro direito.

Reconhecer esses sinais é importante para uma busca precoce de cuidados especializados.

ASSISTA: Barriga inchada pode ser sinal de endometriose?

Diagnóstico da endometriose intestinal

A identificação precisa da endometriose intestinal demanda uma abordagem diagnóstica minuciosa. Iniciando com uma história clínica detalhada e exames clínicos.

Exames de imagens fazem parte do diagnóstico e do mapeamento da doença. Nesse sentido, pede-se a realização de ultrassonografia transvaginal e ressonância magnética de abdômen e pelve, ambos com preparo intestinal.

A ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal se destaca como o método preferencial para o diagnóstico preciso da endometriose intestinal. Esse exame oferece alta sensibilidade e especificidade na detecção de nódulos endometriais no reto e sigmóide, permitindo uma visualização mais clara das lesões e uma avaliação adequada do tamanho.

Além disso, a ressonância magnética, embora menos precisa em comparação com a ultrassonografia transvaginal, desempenha um papel complementar, fornecendo informações detalhadas sobre o tamanho das lesões e sua relação com as estruturas circundantes.

É essencial ressaltar que, mesmo diante da tecnologia avançada, o diagnóstico da endometriose intestinal muitas vezes requer uma abordagem multidisciplinar – envolvendo profissionais especializados em ginecologia, radiologia, coloproctologia e outros.

Ademais, importante ressaltar que a cirurgia laparoscópica para diagnóstico – de acordo com os mais renomados protocolos sobre endometriose – não é mais indicada.

Exames adicionais para investigação complementar

Para uma confirmação mais precisa do diagnóstico de endometriose intestinal e afastar diagnósticos diferenciais, exames adicionais podem ser considerados. A retossigmoidoscopia flexível, tomografia computadorizada e colonoscopia são procedimentos complementares que desempenham papéis específicos na avaliação de doenças intestinais, como por exemplo o câncer colorretal, doença diverticular dos cólons, pólipos intestinais, doenças inflamatórias intestinais (Retocolite ulcerativa e Doença de Crohn) entre outras.

Quando combinados com a ultrassonografia transvaginal e a ressonância magnética, estes exames adicionais oferecem um panorama completo da endometriose intestinal e também da exclusão de outros diagnósticos diferenciais. Isso é crucial para iniciar um tratamento eficaz, minimizando complicações e promovendo a qualidade de vida da paciente.

A endometriose intestinal requer cuidados especializados de um coloproctologista

A endometriose necessita de cuidados de uma equipe multidisciplinar especializada, principalmente no caso da endometriose intestinal, onde a presença de um coloproctologista é primordial.

Como disse, se você desconfia que possa ser uma endometriose, as possibilidades de estar certa são grandes. Por isso, ao sentir e identificar qualquer dos sinais e sintomas aqui citados, procure ajuda especializada. Agende uma consulta!

Conte comigo, Dr. Alexandre Nishimura, com Dr. Igor Chiminacio e toda a nossa equipe! Nós ouvimos os seus sintomas e acreditamos na sua dor.

Leia também: Endometriose intestinal: há tratamento?

Dr. Alexandre Nishimura
Coloproctologia | Cirurgia Robótica | Videolaparoscopia
CRM-SP 123.875 | RQE 33.011 – RQE 70.525

Compartilhar:

Pesquisar

Categorias

Posts Recentes

At vero eos et accusamus et iusto odio digni goikussimos ducimus qui to bonfo blanditiis praese. Ntium voluum deleniti atque.

Melbourne, Australia
(Sat - Thursday)
(10am - 05 pm)