Médico Coloproctologista SP
Procto PrimeProcto PrimeProcto Prime
(11) 96489-7000
contato@proctoprime.com.br
São Paulo / SP e Barueri / SP

Fístula retal e cirurgia robótica

fístula retal

Você sabia que a fístula retal, apesar de ser um problema delicado, possui tratamento e dos mais modernos, com técnicas minimamente invasivas e poupadoras da musculatura esfincteriana?

A fístula retal é um canal anormal que se forma entre o interior do intestino (especificamente do reto) e a pele ao redor do ânus, podendo causar desconforto e complicações se não tratada adequadamente. Geralmente, é o resultado de uma infecção provocada pelos abscessos anorretais.

Uma porcentagem significativa da população pode enfrentar essa condição em algum momento de suas vidas. O tratamento pode variar, mas a cirurgia robótica destaca-se como uma opção de exceção, principalmente nos casos em que o orifício interno da fístula está localizado muito cranialmente.

Entendendo o que é fístula retal e seus sintomas

A fístula retal caracteriza-se por pequenos túneis que formam uma comunicação anormal entre o interior do reto e a pele ao redor do ânus. Assim, essa condição pode resultar de infecções, abscessos anorretais, ou doenças inflamatórias intestinais, como a doença de Crohn.

Os sintomas da fístula retal podem variar, mas o principal deles é a saída da secreção na roupa íntima: muco ou pus pelo orifício fistuloso externo.

Além disso, o paciente pode experimentar dor na região ao evacuar e irritação na pele ao redor do ânus devido à constante umidade causada pela secreção.

Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental para evitar complicações maiores e melhorar a qualidade de vida do paciente.

Principais causas

  • As principais origens da fístula perianal, retal ou anal incluem:
  • Infecção anal;
  • Traumas na região anal;
  • Radioterapia para câncer anal;
  • Inflamação na próstata decorrente de radioterapia;
  • Parto vaginal complicado, envolvendo episiotomia;
  • Doenças inflamatórias intestinais, como doença de Crohn.

Essas condições podem aumentar o risco de desenvolvimento de fístula. No entanto, na maioria dos casos, ela está associada a um abscesso anorretal, resultante de obstrução ou infecção das glândulas anais, principalmente pela criptite anal (inflamação das criptais anais de Morgani).

Benefícios da cirurgia robótica no tratamento da fístula retal

A cirurgia robótica é um procedimento minimamente invasivo que oferece vários benefícios significativos.

A precisão da cirurgia robótica é inigualável. Afinal, a tecnologia permite que o cirurgião opere com uma visibilidade e precisão muito superiores às técnicas tradicionais.

Isso é fundamental no tratamento da fístula retal, no qual a precisão é necessária para evitar danos aos músculos responsáveis pelo controle do intestino, evitando a incontinência fecal.

Entretanto, a cirurgia robótica apresenta como grande benefício o acesso a área da cirurgia nas fístulas retais altas, permitindo o tratamento do orifício interno da fístula e maiores chances de cicatrização do trajeto fistuloso, sem a necessidade de traumatizar importantes estruturas musculares, que são fundamentais para manter a continência fecal.

Portanto, para pacientes que estão enfrentando essa condição desafiadora, a cirurgia robótica surge como uma opção inovadora que combina eficácia e segurança ao permitir o acesso à área da cirurgia.

Tratamento minimamente invasivo para as fístulas anais

Conheça algumas das técnicas cirúrgicas menos invasivas, como o VAAFT e a cirurgia regenerativa autóloga:

  • VAAFT (Video-assisted anal fistula treatment): esta técnica é descrita como uma abordagem minimamente invasiva que utiliza uma câmera para diagnosticar e tratar a fístula anorretal. Desse modo, destaca-se por sua capacidade de cauterizar as paredes do trajeto fistuloso, preservando a musculatura esfincteriana anal e promovendo um pós-operatório mais confortável, com menor risco de incontinência fecal.
  • Cirurgia regenerativa autóloga: embora seja mencionada como uma técnica ainda considerada inovadora e experimental, a cirurgia regenerativa autóloga é promissora para o tratamento de fístulas anorretais complexas. Sua abordagem minimamente invasiva e seu potencial para preservar a musculatura esfincteriana são destaques como benefícios, sugerindo um pós-operatório mais confortável e um menor risco de incontinência fecal também. Inclusive com potencial fator de regeneração tecidual muscular, favorecendo os casos em que já existem lesões musculares pré-existentes.

Nossa equipe ainda vai além, sendo pioneira no Brasil na realização da ultrassonografia intra-operatória para fístulas anorretais complexas e realizando a cirurgia regenerativa autóloga com lipoenxertia Eco-guiada. Técnicas que visam diminuir ainda mais a recidiva da doença e o risco de incontinência. “Se a tecnologia existe é para ser utilizada.”

ASSISTA: Conheça as técnicas mais modernas para a cirurgia de fístula anal

Procure um atendimento personalizado

Cada paciente enfrenta desafios únicos, e uma abordagem personalizada é essencial para garantir o melhor resultado possível.

Se você ou alguém que conhece está lidando com uma fístula anorretal ou está considerando exames preventivos de doenças intestinais, não hesite em agendar uma consulta.

Como coloproctologista, estou comprometido em oferecer cuidados de qualidade, utilizando as mais avançadas técnicas cirúrgicas para sua saúde e bem-estar.

Portanto, dê o primeiro passo em direção a uma vida sem desconfortos: agende sua consulta hoje mesmo e saiba como podemos utilizar a cirurgia robótica em seu caso.

LEIA TAMBÉM: Cirurgia robótica: como ocorre a recuperação?

Dr. Alexandre Nishimura
Coloproctologia | Cirurgia Robótica | Videolaparoscopia
CRM-SP 123.875 | RQE 33.011 – RQE 70.525

Compartilhar:

Pesquisar

Categorias

Posts Recentes

At vero eos et accusamus et iusto odio digni goikussimos ducimus qui to bonfo blanditiis praese. Ntium voluum deleniti atque.

Melbourne, Australia
(Sat - Thursday)
(10am - 05 pm)